Please enable Javascript to view this calendar.

Avenida Imperial Santana, Quarteirão A - Caixa Postal 120609 | Luanda, Angola

Discurso de Abertura das XIV Jornadas Científico-Pedagógicas 2016

Discurso de abertura proferido pela Sua Excelência Senhora Directora Geral do Instituto Superior de Ciências da Educação de Luanda / ISCED, Professora Doutora Esperança Kundima Peterson.

XIV Jornadas Científicas do ISCED de Luanda
06 – 07 de Outubro de 2016

Digníssima Directora Geral – Adjunta para Área Cientifica e Pós-Graduação, Professora Doutora Aurora Ferreira da Fonseca,

Digníssima Secretária Geral do ISCED de Luanda Dra. Manuela Queiroz,

Digníssimos, Directores Gerais e Representantes de Instituições do Ensino Superior,

Ilustres convidados,

Distintos Membros do Conselho de Direcção do ISCED de Luanda,

Distintos Docentes e Pessoal não docente,

Caros Estudantes,

Minhas Senhoras e meus Senhores

Permitam-me, em nome do ISCED de Luanda e em meu nome próprio, desejar a todos os presentes as calorosas e académicas saudações de boas vindas as XIV Jornadas Científico – Pedagógicas da nossa Instituição. Gostaria de agradecer a disponibilidade demonstrada por todos, por nos honrar com a vossa presença, deixando assim as vossas inúmeras tarefas e ocupações. Isto ilustra o interesse e a atenção particulares que vossas Excelências acordam e prestam à nossa Instituição.

De uma forma especial, gostaria de endereçar palavras de apreço aos prelectores, pois têm a sublime responsabilidade de partilhar connosco o objecto central deste evento. Do mesmo modo, o meu apreço se destina também a todos que empenharam-se para que estas Jornadas se realizassem com êxitos.

Minhas Senhoras e meus Senhores

Há sensivelmente uma década que o ISCED de Luanda vem organizando as Jornadas Científicas. Um evento não apenas de grande prestígio mas sobretudo e também de maior responsabilidade porquanto obriga qualquer Instituição de Ensino Superior (IES) de estar à altura dos seus desafios: Ensino, Investigação e Extensão.

O Ensino é a primeira fase, essencialmente consagrada à transmissão e descoberta dos conhecimentos. Actualmente, esta transmissão assenta na maior implicância dos docentes e dos estudantes. Entre estes dois actores do processo do ensino se estabelece um contrato pedagógico que atribui ao estudante grandes responsabilidades em relação ao alcance dos resultados dos seus objectivos.

O estudante deixou de ser um mero consumidor do discurso do mestre e tornou-se num verdadeiro parceiro na construção dos conhecimentos e da sua aprendizagem.

Este novo contrato obriga a que o segundo eixo, a Investigação, seja cada vez mais dinâmico e que desempenhe o seu papel, o de desvendar alguns incógnitos que têm dificultado o entendimento. Esta dimensão faz parte das preocupações do ISCED de Luanda, enquanto Instituição de Ensino Superior (IES).

A nossa presença aqui hoje se justifica pela expectativa de querer perceber dos nossos parceiros e não só a função social dos cursos do ISCED de Luanda.

Caros amigos da comunidade académica

“A avaliação e a função social dos cursos do ISCED de Luanda” é o lema sob o qual se realizam as XIV Jornadas Científico – Pedagógicos deste ano. Este lema traduz a vontade e a determinação da Instituição em querer inscrever-se nos esforços do desenvolvimento do País. Em outras palavras, há que se perguntar qual tem sido o impacto dos cursos do ISCED de Luanda na sociedade angolana.

Durante dois dias, vários especialistas e diversos estudiosos em diferentes áreas de saber irão nos brindar com reflexões e subsídios susceptíveis de trazer alguns elementos de resposta a esta problemática.

A escolha deste lema deve ser entendido como o compromisso do ISCED de Luanda para com o País e a sua determinação em inscrever-se dos esforços do Executivo contidos no Plano Nacional de Formação de Quadros.

Desta feita, renova-se o engajamento de prosseguir e redobrar os esforços com vista a participar do alcance das metas traçadas pelo Executivo na sua estratégia de formar quadros e técnicos cada vez mais qualificados, operacionais, competitivos e honestos comprometidos com o futuro do País.

A Investigação tem sido o centro das nossas prioridades e deve-se admitir que a Investigação rima com os recursos financeiros. Ora, o ISCED de Luanda, singularmente, não dispõe de um fundo específico e próprio que lhe permite financiar Investigação.

É a razão pela qual, ela deve gerar as possibilidades do seu financiamento, garantindo o seu sustento, valorizando os seus resultados através do terceiro eixo, que é a Extensão.

Apesar das incertezas como consequência da crise financeira que o país atravessa, o ISCED de Luanda não pretende abdicar-se da sua missão fundamental baseada na tríade Ensino, Investigação e Extensão cuja última serve como forma da nossa participação na sociedade.

Minhas senhoras e meus Senhores

Não posso terminar estas reflexões sobre este lema sem fazer referência às conclusões saídas do Encontro dos Militantes do MPLA das Instituições do Ensino Superior e Investigação Científica promovido pelo Vice-Presidente do MPLA no passado dia 01 de Outubro. Chegou-se a conclusão de que há pouca qualidade e investigação no Ensino Superior. Isto leva o ISCED de Luanda a envidar cada vez mais esforços no sentido de assumir a sua missão, a de formar professores com qualidade visando a sua inserção na sociedade.

Desejando que as reflexões e os debates destas Jornadas sejam profícuos e que as conclusões sejam traduzidas em acções concretas; declaro abertas as XIV Jornadas Científico – Pedagógicas do ISCED de Luanda.

Muito Obrigada!